O aparelho identifica o nível de porcentagem de oxigênio no sangue

Bauru foi um dos municípios beneficiados pelo programa “Fazer o Bem Faz Bem – Alimentando o Mundo com Solidariedade”.

Anunciado em maio, o programa teve como objetivo destinar R$ 400 milhões para que cidades brasileiras combatessem a pandemia.

A doação de 10 unidades de oxímetros foi feita pela empresa JBS, uma das maiores indústrias de alimentos do mundo.

A empresa também comercializa produtos de limpeza e higiene, colágeno, embalagens metálicas e biodiesel.

Além dos oxímetros, no dia 6 de agosto a cidade também recebeu duas ambulâncias e no dia 7, 45 mil máscaras cirúrgicas, 4.500 aventais e 1.750 máscaras N954.

Os oxímetros de pulso de dedo atuam medindo indiretamente a quantidade de oxigênio no sangue. O objetivo é verificar se o coração está bombeando o oxigênio pelo corpo de forma eficaz.

O aparelho pode ser utilizado por profissionais da saúde e no ambiente doméstico, a fim de monitorar os batimentos cardíacos por minuto.

Dentre as vantagens do oxímetro portátil, está a praticidade já que é possível transportá-lo com facilidade.

Para portadores de doenças respiratórias o uso do oxímetro é bastante útil para monitoramento do oxigênio no sangue.

Seu funcionamento se dá pelas frequências de luz vermelha e infravermelha para determinar a oxihemoglobina no sangue.

Sua utilização é simples uma vez que basta prender o aparelho em um dos dedos antes de realizar a medição.

A aplicação de álcool 70% nos dedos e a ausência de esmaltes são fundamentais para a leitura correta dos dados.

É preciso estar atento a alguns fatores que podem alterar os resultados das medições. Alguns deles são:

  • Uso de esmalte;
  • Pulsação fraca (baixa perfusão);
  • Movimento excessivo do paciente;
  • Taxa de hemoglobina reduzida;
  • Luz ambiente elevada;
  • Paciente com hipotensão, vasoconstrição severa, anemia severa ou hipotermia;
  • Interferência eletrocirúrgica de alta frequência e desfibriladores.

Nos pacientes graves infectados com coronavírus os valores de saturação do oxigênio podem variar, dependendo da interpretação de um médico ou profissional especializado de saúde.

Mesmo assim, o uso para diagnóstico da doença por meio do aparelho não é indicado por profissionais da saúde.

Por isso, procure ajuda de especialistas, caso vivencie a manifestação de sintomas graves que possam estar relacionados à Covid-19.

É importante reforçar que qualquer aparelho oxímetro necessita do selo do INMETRO e registro na ANVISA.

Além disso, o local para compra e a garantia do mercadoria são verificações fundamentais para qualquer produto e não deixam de ser ao adquirir um oxímetro.