A iniciativa beneficiará famílias de baixa renda

O Projeto de Lei 68/2020 busca a implantação de uma Farmácia Pet na cidade de Bauru. A iniciativa propiciará a retirada gratuita de medicamentos veterinários para a população de baixa renda.

O Centro de Acolhimento e Cuidados de Animais Abandonados assim como o Hospital Público Veterinário estará localizado na Avenida Rodrigues Alves.

O imóvel foi doado à Prefeitura pelo Governo do Estado e está passando por reformas e adaptações.

Com o objetivo de diminuir o abandono de animais e estimular a responsabilidade dos tutores, o Projeto de Lei faz parte de várias ações de proteção animal que acontecem desde 2017.

Assim como o Castramóvel que realiza castrações de animais domésticos para famílias de baixa renda e o programa de castração por meio de convênio com clínicas veterinárias privadas.

A castração é a retirada cirúrgica dos úteros, ovários e testículos dos animais. Muitos acreditam ser um procedimento cruel, mas a verdade é que o procedimento é um ato de cuidado e prevenção.

A cirurgia de castração em cães e gatos domésticos é essencial para diminuir chances de tumores de mama nas fêmeas e tumores de próstata nos machos.

Além da prevenção de doenças, existe a redução da procriação desenfreada dos filhotes, que podem sofrer com o abandono e consequentemente doenças presentes já em outros animais de rua.

A lei para subsidiar medicamentos a animais domésticos foi aprovada em Santos em 2019. O Projeto de Lei 183/2017 dispõe de criação de uma farmácia veterinária popular.

O projeto inclui também descontos em consultas, tratamentos e medicamentos veterinários.

Para cadastro no programa “Amigo do Pet” que faz parte do projeto de lei, veterinários, hospitais, clínicas e farmácias devem firmar parceria com o município e demais estabelecimentos farmacêuticos privados.

No Brasil, a OMS estima que existam mais de 10 milhões de gatos e 20 milhões de cães abandonados no país.

Durante a pandemia a falta de informação tem feito com que muitos donos se preocupem em contrair o coronavírus por meio dos animais.

Esse foi um dos motivos que levou ao aumento dos abandonos durante esse período. Além disso, por conta do aumento do tempo do tutor em casa, alguns animais podem ter o comportamento alterado, outro fator interpretado erroneamente como motivo para abandono.

Por isso é essencial o planejamento antes de realizar a adoção, a fim de garantir tudo que o animal precisa e evitar que ele sofra as consequências de um abandono.