Início » Dicas para cuidar das pernas e evitar varizes durante o verão

Dicas para cuidar das pernas e evitar varizes durante o verão

por Casimiro
0 comentário

Na atual conjuntura, cerca de 70% da população sofre com as varizes, uma doença vascular que tem maior incidência em mulheres. É importante entender os fatores de risco e procurar um médico especializado para identificar o melhor tratamento.

As varizes são uma das doenças vasculares mais comuns, especialmente em mulheres. Segundo a Organização Mundial da Saúde, cerca de 70% da população apresenta dilatação dos vasos em menor ou maior grau, mais da metade sendo do sexo feminino.

Calor nas pernas, cansaço excessivo e veias azuladas são alguns dos principais sintomas apontados por especialistas. Com o inchaço e a falta de fluxo sanguíneo adequado, muitas pessoas se distanciam do sonho de ter pernas bonitas e saudáveis.

No entanto, é possível encontrar tratamento para varizes seguros, com o auxílio de especialistas.

Existem recomendações para ter pernas bonitas e saudáveis, especialmente no verão, uma das épocas em que essas veias dilatadas mais incomodam.

Fatores de risco para varizes

Antes de buscar tratamento para varizes, é importante entender os fatores de risco que aumentam as chances dessa doença.

Segundo Dr Rodolpho Reis, as varizes afetam principalmente as mulheres, por conta dos hormônios, especialmente grávidas e na menopausa. Além disso, histórico na família e vida sedentária potencializam o inchaço das veias. Doenças cardíacas e tabagismo também influenciam a ocorrência da doença.

Negligenciar as varizes, mesmo que em menor grau, dificulta a busca por pernas bonitas e saudáveis.

O sangue bombeado do coração para as pernas do paciente deve ser drenado adequadamente pelas veias. No entanto, com o mau funcionamento das válvulas, o mínimo esforço passa a ser suficiente para dilatar os vasos. Em casos mais graves, é possível que a doença evolua para quadros como trombose.

Enquanto os fatores de risco potencializam o surgimento de varizes, pessoas com predisposição podem vivenciar incômodos relacionados a doença principalmente no calor.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), quase 40% dos brasileiros sofrem com varizes no verão.

Por isso, é essencial procurar tratamentos adequados para cuidar da doença, principalmente com acompanhamento de profissionais especializados, para orientação e correta aplicação de cada método.

1 – Tratamento com espuma

O tratamento com espuma, também conhecido como escleroterapia, é uma das opções mais populares. De fato, o ministério da Saúde divulgou dados do SUS, que realizou cerca de 50 mil tratamentos com espuma em unidades gratuitas, apenas em 2014.

Desde então, a procura por esse tratamento de varizes vem aumentando consideravelmente. Profissionais indicam, principalmente, para vasos com maior dilatação. Além disso, a escleroterapia também ajuda na aparência das veias, diminuindo sua coloração.

Esse tratamento não é invasivo, e pode ser realizado durante qualquer época, apenas com recomendações gerais. O uso da espuma possui poucos riscos de complicações, e atua na diminuição dos inchaços, nas varizes e na melhora do fluxo sanguíneo.

2 – Tratamento a laser
Como alternativa ao tratamento de espuma, há a possibilidade de realizar o tratamento a laser. Um relatório fornecido pela Industry Research em 2019 indica que os tratamentos globais a laser serão uma tendência para os próximos cinco anos.

O tratamento a laser pode melhorar veias menores e maiores, além de deixar as pernas bonitas e saudáveis. A reação térmica, através do calor, faz com que as paredes percam dilatação e desapareçam. Dessa forma, a circulação sanguínea melhora.

Apesar de ser menos acessível que a escleroterapia, esse tratamento para varizes é uma alternativa interessante para quem deseja cuidar da doença.

3 – Cirurgia
Muitos consideram a cirurgia para varizes como uma opção radical, mas ela é mais simples do que se imagina.

Considerada uma microcirurgia, profissionais indicam esse tratamento definitivo quando as demais alternativas não surtiram o resultado desejado. Geralmente, é feita a remoção de uma ou mais veias que estejam consideravelmente dilatadas.

Em casos mais graves, é necessário remover a veia safena, para que a dilatação dos vasos menores também diminua. O procedimento é minimamente invasivo, realizado com assistência de equipe profissional.

4 – Cuidados durante o dia a dia

Os tratamentos para varizes devem acompanhar cuidados durante o dia a dia. Para diminuir o inchaço e as dores, indica-se o uso de meias compressivas. Além de aplacar a sensação de peso e cansaço, por conta do esforço, as meias também ajudam no fluxo do sangue.

Também é possível utilizar toalhas ou compressas molhadas para aliviar momentaneamente incômodos. De modo geral, é necessário evitar longos períodos em pé ou sentada, seja antes ou após os tratamentos.

Muitos especialistas também indicam uso de cremes apropriados, massagem, medicamentos e elevação das pernas, para melhorar a circulação. Unido a isso, recomenda-se uma rotina de hábitos saudáveis, beber muita água, especialmente no verão, evitar bebidas alcoólicas e tabagismo.

Como ter pernas bonitas no verão?
Muitas vezes, a sensação de cansaço e calor nas pernas provém de varizes. Essa doença, se negligenciada, por evoluir para quadros mais graves.

Contudo, é possível buscar diferentes tratamentos para ter pernas bonitas e saudáveis. Principalmente no verão, que possui época mais seca, com altas temperaturas, onde é importante se atentar para a dilatação dos vasos.

Além disso, é necessário procurar profissionais médicos especialistas em vascular que possam avaliar corretamente as varizes, e indicar os melhores procedimentos para cada caso.

Website: https://drrodolphoreis.com.br/

Deixar comentário

logo_bauru

Nós nos consideramos um meio de comunicação social que concorda em beneficiar e colaborar com a cidade de bauru com a veiculação de noticias relacionadas a ela e seus moradores.

CONTATO

Email:
contato@bauru.com.br

2022 © Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por SmokyDev