A CBV afirmou que manter a integridade de todos os envolvidos em partidas é seu principal objetivo. Foto: Site oficial da CBV

No último dia 14 a Confederação Brasileira de Vôlei decidiu suspender por pelo menos 15 dias todos os jogos marcados para a Superliga A e B feminina e masculina. Inicialmente os jogos aconteceriam, porém sem a presença de público. No entanto o agravamento da situação fez com que a entidade revesse o ocorrido e adotasse medidas de quarentena que devem ser cumprida por todos.

A suspensão teve o consentimento dos clubes, atletas e treinadores que constataram a suspensão como melhor saída para a atual situação pandêmica. A CBV afirmou ainda por nota que tem como objetivo principal preservar a integridade dos envolvidos nas partidas.

SESI VÔLEI X OSASCO

Em Bauru a prevenção saiu na frente uma vez que os dirigentes do Sesi Vôlei Bauru e do time de Osasco Audax/São Cristóvão Saúde se reuniram entre si para discutir se a partida deveria ou não ocorrer. Logo os dirigentes entraram em consenso sobre não realizar a partida antes mesmo do comunicado oficial da CBV, mesmo sendo ela uma fase importante por fazer parte das quartas de final da Superliga Feminina.

Finalizados os 15 dias a CBV irá averiguar a situação a fim de prosseguir ou não com a realização dos jogos.